Modelo Contínuo

teste seu conhecimento

Home > Engenharia de Software > Sumário > CMMI

Modelo Contínuo

O metamodelo Contínuo descreve um processo em duas dimensões, conforme ilustrado na Figura 1.

cmmi modelo contínuo

Figura 1: Modelo de CMMI Contínuo.

Fonte: PRESSMAN (2010).

Cada área de processo do (por exemplo: planejamento de projeto ou gestão de requisitos) é avaliada formalmente com base em metas e práticas específicas, e é classificada de acordo com os seguintes níveis de capacitação:

  • Nível 0: Incompleto – a área de processo não atinge todas as metas e objetivos definidos pelo CMMI para o Nível 1 de capacitação;
  • Nível 1: Realizado – todas as metas específicas da área de processo foram satisfeitas. As tarefas de trabalho necessárias para produzir os produtos de trabalho definidos estão sendo conduzidas;
  • Nível 2: Gerido – todos os critérios do Nível 1 foram satisfeitos. Além disso, todo trabalho associado à área de processo está: de acordo com a política definida pela organização; todo o pessoal que está fazendo o trabalho tem acesso aos recursos adequados para fazê-lo; os interessados estão ativamente envolvidos nas áreas de processo, conforme necessário; todas as tarefas e produtos de trabalho são monitorados, controlados, revisados e são avaliados quanto à aderência à descrição do processo.
  • Nível 3: Definido – todos os critérios do Nível 2 foram alcançados. Além disso, o processo é feito sob medida para o conjunto padrão de processos da organização, de acordo com as suas diretrizes quanto a fazer coisas sob medida e contribui com produtos de trabalho, medições e outras informações de aperfeiçoamento de processo para o patrimônio de processos da organização.
  • Nível 4: Quantitativamente Gerido – todos os critérios do Nível 3 foram alcançados. Além disso, a área de processo é controlada e aperfeiçoada usando medições e avaliação quantitativa. Objetivos quantitativos para a qualidade e desempenho(+) de processo são estabelecidos e usados como critério na gestão do processo.
  • Nível 5: Otimizado – todas as capacidades do Nível 4 foram alcançadas. Além disso, a área de processo é adaptada e otimizada usando meios quantitativos (estatísticos) para satisfazer às alterações de necessidades do cliente e continuamente aperfeiçoar a eficácia da área de processo em consideração.

O CMMI define cada área de processo em termos de “metas específicas” e das “práticas específicas” necessárias para atingir tais metas. As metas específicas estabelecem as características que devem existir se as atividades determinadas por uma área de processo tiverem de ser efetivas. As práticas específicas refinam uma meta em um conjunto de atividades relacionadas ao processo.

Referência Bibliográfica

PRESSMAN, Roger S. Engenharia de Software, Sexta Edição. Editora MCGrawHill: Porto Alegre, 2010.